Desejo desconhecido

Não conheço teu cheiro
Não conheço teu sabor
Mesmo assim te amo
Mesmo assim te desejo

Me pegaste de corpo aberto
Mesmo que não estivesse
Entrarias sem precisar a porta bater
Ou a campainha tocar

Chego a salivar imaginando
Meus olhos brilham
Suo frio, quase uma distonia

Adrenalina comandará
Acho que poderei desmaiar
Mas quero te tocar



Lívia Otero - 22/4/10

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deleite do Desejo

Vida que Segue